Início > Retorna Machine: alunos da Autoneum desenvolvem máquina de reciclagem

Retorna Machine: alunos da Autoneum desenvolvem máquina de reciclagem

Com idade entre 16 e 19 anos, jovens criaram projeto de reciclagem que coleta embalagens e “transforma” em dinheiro

Criar um projeto de impacto social e ambiental é difícil, principalmente no cenário atual onde tantos problemas precisam de solução. Mas nove jovens do Programa Formare na Autoneum encontraram uma resposta para diminuir o descarte incorreto do lixo: uma máquina de venda reversa, a Retorna Machine.

O equipamento recebe embalagens e fornece uma pontuação para cada material, como o alumínio que gera 15 pontos, garrafa plástica 10 pontos, vidro cinco pontos, entre outros. A Retorna Machine foi instalada próxima ao caixa eletrônico da empresa, facilitando o acesso a todos os colaboradores. Ao depositar a embalagem na máquina, os participantes recebem os pontos que se acumulam até possibilitar a troca por algum serviço, como desconto na passagem do transporte coletivo, ou doação da quantia a uma entidade carente, como forma de impactar a comunidade da região da empresa.

Todo o desenvolvimento da proposta foi de responsabilidade dos jovens, desde a ideia, contato com fornecedores, orientados pela área de Compras da Autoneum, acompanhamento da instalação da máquina, até a divulgação para os colaboradores da empresa, que, atualmente, já somam 70% colaborando com o projeto. “Eles se saíram muito bem, conseguiram devolver bem as competências relacionadas à gestão de projetos, tomada de decisão e trabalho em equipe, tanto que apresentaram o projeto para a alta liderança da empresa e foram super elogiados”, conta o educador voluntário de Criatividade e Inovação, Gleyff Ruthyelly da Silva.

Segundo a coordenadora do Formare na empresa, Milena Piffer, já é observada uma mudança de hábito na empresa desde a implementação da Retorna Machine. “Antes descartavam no lixo comum todos, ou quase todos, os itens que poderiam ser reciclados, mas agora criaram o hábito de trazer esses itens para a empresa e inserir na máquina”, relata.

Conheça os jovens responsáveis pelo projeto:

Compartilhe nas redes sociais

Notícias relacionadas

Rolar para cima

Pesquisar

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Julia Saron

Formare Instituto Robert Bosch

“Sinto orgulho em ter feito parte desta família tão incrível, pois minha vida mudou e continua mudando, graças a esta chance que tive no Formare do Instituto Robert Bosch. Assim que concluí o curso, iniciei um técnico em Administração e hoje estou atuando como Aprendiz da ETS (Escola de Engenharia Técnica) aqui mesmo na Bosch. Está sendo uma experiência inovadora e revigorante, pois conquistei mais uma oportunidade na empresa que sempre almejei. Eu e meus colegas de turma tivemos o apoio incondicional dos educadores voluntários. Eles nunca focaram na competitividade e sim na proatividade e todos nós aprendemos juntos. É por isso que de uma coisa eu tenho certeza: o Formare muda vidas”

Pular para o conteúdo