Início > Notícias > Prata da Casa: conheça Nayane Dourado, supervisora de projetos na Fundação Iochpe

Prata da Casa: conheça Nayane Dourado, supervisora de projetos na Fundação Iochpe

Nayane Dourado trabalha na Fundação Iochpe há quase três anos, mas atua na área de educação profissional e formação de jovens para o mundo do trabalho há dez anos. É uma profissional apaixonada por temas relacionados a desenvolvimento humano e cultura organizacional.

Aqui na FI, Nayane integra a equipe pedagógica e é responsável por acompanhar o desenvolvimento do Programa Formare nas empresas parceiras por meio de orientações e visitas pedagógicas, formação de coordenadores e educadores, elaboração de Plano de Curso e outros materiais, processos seletivos, acompanhamento das atualizações e exigências da legislação do Programa de Aprendizagem e interação com o órgão público e grupos de trabalho, entre outras atividades. 

Em parceria com Lígia Vasconcelos (em breve vocês irão conhecê-la também), Nayane mapeia ferramentas e novas oportunidades de atuação, eventos e tendências, com o objetivo de otimizar os processos, facilitando o dia a dia da equipe.

É com um sorriso no rosto e muita competência que a nossa supervisora de projetos está sempre disposta a atender coordenadores e educadores da Rede Formare.

Nayane Dourado é a nossa Prata da Casa de hoje!

Acesse as Redes Sociais da Fundação Iochpe e fique por dentro das principais notícias, além de conteúdos exclusivos: Linkedin: | Instagram: | Facebook: | YouTube:

Compartilhe nas redes sociais

Notícias relacionadas

Rolar para cima

Pesquisar

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Julia Saron

Formare Instituto Robert Bosch

“Sinto orgulho em ter feito parte desta família tão incrível, pois minha vida mudou e continua mudando, graças a esta chance que tive no Formare do Instituto Robert Bosch. Assim que concluí o curso, iniciei um técnico em Administração e hoje estou atuando como Aprendiz da ETS (Escola de Engenharia Técnica) aqui mesmo na Bosch. Está sendo uma experiência inovadora e revigorante, pois conquistei mais uma oportunidade na empresa que sempre almejei. Eu e meus colegas de turma tivemos o apoio incondicional dos educadores voluntários. Eles nunca focaram na competitividade e sim na proatividade e todos nós aprendemos juntos. É por isso que de uma coisa eu tenho certeza: o Formare muda vidas”

Pular para o conteúdo