Início > Notícias > Prata da Casa: conheça Eliane Ferreira, analista de projetos na Fundação Iochpe

Prata da Casa: conheça Eliane Ferreira, analista de projetos na Fundação Iochpe

Quadro tem o objetivo de apresentar quem é quem na FI

Esta é Eliane Ferreira que trabalha na Fundação Iochpe há 16 anos, sete deles no Programa Formare. Certamente muitos coordenadores, educadores e até alunos já foram atendidos por nossa analista de projetos. 

Ela é responsável por atender e acompanhar o andamento de todas as unidades Formare, contatando coordenadores e apoiando nas orientações pedagógicas e demandas específicas como por exemplo: conferência, ajustes e preenchimento dos diários de classe, lançamento de notas no sistema da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) para a certificação dos alunos, agendamento de formação de educadores, cadastro de cursos, acompanha os processos seletivos na plataforma AVA, além de outras atividades.

Em parceria com Ana Carolina (em breve vocês irão conhecê-la também), Eliane é uma das profissionais da Fundação Iochpe que mantém uma rotina de trabalho bem dinâmica, pois atende pessoas do Brasil inteiro, sempre com muita atenção e carinho.

Eliane Ferreira é a nossa Prata da Casa de hoje!

Acesse as Redes Sociais da Fundação Iochpe e fique por dentro das principais notícias, além de conteúdos exclusivos: Linkedin: | Instagram: | Facebook: | YouTube:

Compartilhe nas redes sociais

Notícias relacionadas

Rolar para cima

Pesquisar

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Julia Saron

Formare Instituto Robert Bosch

“Sinto orgulho em ter feito parte desta família tão incrível, pois minha vida mudou e continua mudando, graças a esta chance que tive no Formare do Instituto Robert Bosch. Assim que concluí o curso, iniciei um técnico em Administração e hoje estou atuando como Aprendiz da ETS (Escola de Engenharia Técnica) aqui mesmo na Bosch. Está sendo uma experiência inovadora e revigorante, pois conquistei mais uma oportunidade na empresa que sempre almejei. Eu e meus colegas de turma tivemos o apoio incondicional dos educadores voluntários. Eles nunca focaram na competitividade e sim na proatividade e todos nós aprendemos juntos. É por isso que de uma coisa eu tenho certeza: o Formare muda vidas”

Pular para o conteúdo