Início > Formare é destaque na Revista Brasileira de Avaliação (RBAVAL)

Formare é destaque na Revista Brasileira de Avaliação (RBAVAL)

O Programa Formare foi destaque na edição especial sobre inclusão produtiva da Revista Brasileira de Avaliação (RBAVAL) deste mês. O relato de experiência foi escrito por Beth Callia (coordenadora-geral do Programa Formare), Hércules Moreira (coordenador de comunicação e marketing na Fundação Iochpe e coordenador e professor universitário no Unipiaget) e Rafael Camelo (diretor do Plano CDE). 

O estudo mostra as transformações sociais relacionadas à inclusão produtiva na vida de jovens que tiveram suas realidades impactadas pelo Formare, um programa de qualificação profissional idealizado pela Fundação Iochpe e desenvolvido em parceria com empresas nacionais e multinacionais.

A Revista Brasileira de Avaliação é uma publicação da Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação (RBMA) que fomenta, abriga e divulga a produção de conhecimentos sobre teorias e práticas de avaliação, trazendo conteúdos semestrais e digitais desde o ano de 2011.

Acesse e leia o relato de experiência sobre o Formare:
 

Acesse as Redes Sociais da Fundação Iochpe e fique por dentro das principais notícias, além de conteúdos exclusivos: Linkedin: | Instagram: | Facebook: | YouTube:

Compartilhe nas redes sociais

Notícias relacionadas

Rolar para cima

Pesquisar

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Julia Saron

Formare Instituto Robert Bosch

“Sinto orgulho em ter feito parte desta família tão incrível, pois minha vida mudou e continua mudando, graças a esta chance que tive no Formare do Instituto Robert Bosch. Assim que concluí o curso, iniciei um técnico em Administração e hoje estou atuando como Aprendiz da ETS (Escola de Engenharia Técnica) aqui mesmo na Bosch. Está sendo uma experiência inovadora e revigorante, pois conquistei mais uma oportunidade na empresa que sempre almejei. Eu e meus colegas de turma tivemos o apoio incondicional dos educadores voluntários. Eles nunca focaram na competitividade e sim na proatividade e todos nós aprendemos juntos. É por isso que de uma coisa eu tenho certeza: o Formare muda vidas”

Pular para o conteúdo